quinta-feira, 5 de julho de 2012

Passaporte Carimbado- Nicolas Oliveira


Nicolas Oliveira irá disputar em Londres os 100m livre e o revezamento 4x100m. Ele foi finalista no mundial de 2009 nos 100m, passou por uma temporada ruim em 2010 e em 2011, depois de um mundial em que ficou fora da disputa dos 100m, conseguiu um excelente tempo de 48s71 no Open em dezembro, garantindo assim um lugar na prova individual.

"minhas expectativas e resultados dos 100m prefiro guardar entre eu e o meu tecnico. Não posso adiantar o que, mas será uma boa surpresa para todos" disse Nicolas, que é treinado por Albertinho Silva no Projeto Ouro 2016, o mesmo de Cesar Cielo.

Conversei com Albertinho também e ele não quis falar o objetivo que ele tem para o Nicolas, mas disse que é bom ficar de olho nele. No mundial de 2009, ele passou a final com o quarto tempo mas não fez o mesmo tempo na final e ficou em sétimo. "2009 foi um ano muito especial para mim, um dos objetivos e voltar ao nível que eu estava" conta o atleta.

"nilo", como é conhecido", tem um papel de suma importância no revezamento 4x100m livre. É o segundo homem de confiança e como é bem possível ou até provável que Cielo não nade a eliminatórias, comandará o time na primeira rodada e terá que fazer próximo de seu melhor para qualificar o time para a final. "A expectativa para esse revezamento é a melhor possível, eu acredito que pode ser uma boa surpresa".

Nicolas e Albertinho estão prometendo surpresa para a prova individual. Acho Nicolas muito bom e, no auge da forma, como realmente está, briga diretamente por uma final, que deve rodar na casa de 48s30 mais ou menos. Ou seja, precisa melhorar em quase meio segundo a marca do open do ano passado. Quanto ao revezamento, para conquistar uma medalha o time precisa bater Austrália, França ou EUA, equipes que estão MUITO bem.

A série Passaporte Carimbado falará das chances de cada um dos atletas brasileiros que vão a Londres. Objetivo é entrevistar TODOS que vão em esportes individuais e uma boa parte dos que vão em coletivos.

Siga o blog no twitter: @brasilemlondres

Um comentário:

  1. OlimpiadasnewsOlimpiadasnews5 de julho de 2012 20:45

    Acho q ele vai ser o termômetro do nosso reveza. Tem potencial de 48 baixo E será importante para poupar o cielo das eliminatórias. Pra mim o Brasil tem tres atletas mt talentosos(sem contar o cielo) com potencial pra nadar para 48:3 ou 48:4. A Austrália esta num outro patamar, mas a briga pela prata ta aberta. A nao ser que o phelps tire um coelho da cartola, pq na minha opinião o trials americano foi bem fraquinho.

    ResponderExcluir